01 julho 2010

Desconfiança (ou certeza?)

Não acredito em destino!
Ou, acredito demais.
O que me resta, é só lembrança
é esperança... e nada mais!

Sinto muito, acordei!
O "pra sempre", não existe.
Somos apenas o elenco
Desse enredo já tão triste.

O amor ainda é forte
Mas a distancia o faz ausente.
Sozinha eu tanto choro...
Solidão é o meu presente.

Foi você quem tanto amei.
Por você eu procurava...
Hoje sou só sofrimento
Por essa dor que não me larga!

Ledo engano dessa vida
Quem acredita em amor eterno.
O amor é uma loteria
Que quem ganha, vai pro inferno!

4 comentários:

Hod disse...

Olá Silvia,

Belos versos!!

"Não acredito em destino!
Sinto muito, acordei!
O amor ainda é forte
Foi você que tanto amei.
Ledo engano dessa vida"....

E quem não mergulhou no inferno de suas paixões?

Beijo pra vc.

sabrina vaz disse...

Nossa, muito bom!
adorei a criatividade

achei na comu do orkut
seguindo...

Bruna disse...

Nossa
Perfeito
Adoreiiiiiiiii
Paarabéns
BjoS

M. disse...

Adorei a parte de quem ganha nessa loteria vai pro inferno!!! kkkk... manda essa!