21 novembro 2007

Pasárgada Minha

Existe, em mim, um lugar.
Um como a Torre de Ismália.
Lugar donde me sinto céu e mar
Ou qualquer coisa que o valha.

Há em mim um certo encanto
De quimera e a saudade dum partir.
Há em mim, e, no entanto,
O é por ser pensamento em ti.


Por isso não há
Entre a Lua e o Mar
Lugar como o que pensei.

E em todo o sistema solar
As estrelas que vês entre o céu e o mar
São grãos de sonho que, por ti, sonhei. (FSJ)



Grãos... momentos... saudades.
Migalhas de finito que nos prendem pelo coração.