18 setembro 2009

Liberdade

Ser livre é prisão
É ser você e ser o mundo
É algumas vezes abrir mão
É ser pai, mãe, irmão
É mergulhar profundo
É ser amiga, companheira, mulher
É sentir-se, consigo, querida
É não ser de quem se quer.
É enxergar tudo mais ameno
Tentar não sentir-se pequeno
Entre tantos e tão poucos
Nesse mundo que só habitam loucos.

Um comentário:

freefun0616 disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.